Defendendo os direitos de Entre Rios

 

Quem somos

                                                                    

Acesse o nosso Facebook escrevendo o nome:   Acender Entre Rios      

 

Uma associação central de moradores e entidades locais que defende os direitos e interesses da população do distrito de Entre Rios em prol do desenvolvimento sustentável.

VISÃO

Entre Rios com qualidade de vida excelente, preservando e valorizando seus patrimônios natural, cultural e econômico.

MISSÃO

Promover o desenvolvimento sustentável de Entre Rios.
 

      Somente em impostos e encargos, Entre Rios pagou em 2009 cerca de R$ 220 milhões, valor muito superior à arrecadação anual de Guarapuava que foi de R$ 150 milhões; ou seja, apenas a soma dos impostos e encargos que Entre Rios paga, supera em 47% o orçamento anual de Guarapuava!!! Apesar disso, a colônia está abandonada! Vivemos num país democrático e conforme a Constituição Federal do Brasil, que em seu Artigo 1º diz: "Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes ou diretamente, nos termos desta Constituição", a população quer seus direitos respeitados, inclusive as cinco comunidades que formam a colônia de Entre Rios. Além de gerar tanta riqueza e pagar muito em impostos, a sociedade local é obrigada a dedicar parte de seu tempo e a gastar ainda mais dinheiro para realizar trabalhos de manutenção da colônia (paisagismo, limpeza de canteiros, tapa-buracos, controle dos borrachudos).

     Os governantes são eleitos e pagos pelo povo, por isso eles têm obrigação de realizar obras, principalmente para as comunidades mais carentes que devem receber obras e serviços gratuitamente. Mas as comunidades que podem pagar também devem ser atendidas prontamente porque o dinheiro sairá de seus próprios bolsos e não dos cofres da Prefeitura. Então por que a demora?

     Infelizmente, a visão de muitos governantes é limitada e colocam seus interesses pessoais e políticos acima dos interesses do desenvolvimento de distritos que se destacam a nível nacional e internacional. 

     Se Entre Rios recebesse um retorno proporcional ao que produz e paga em impostos, nosso distrito já estaria muito mais desenvolvido, beneficiando ainda mais o município, o estado e o país. Entre Rios pode ter qualidade de vida e turismo comparáveis aos de Gramado, Canela ou Treze Tílias. Os primeiros suábios do Danúbio chegaram no município em 1951, e com muito trabalho construíram uma história de sucesso e juntamente com seus descendentes, são brasileiros responsáveis pela grande produção de riquezas no distrito. Porém agora moram em ruas de terra ou com asfalto esburacado, onde construíram suas casas em diversos estilos germânicos. Visitantes de várias partes do Brasil e do mundo se encantam com a colônia e dizem que parece a Europa, mas ficam indignados e perguntam por que as cinco comunidades suábias, que podem e querem pagar por asfalto, ainda tem ruas de terra e buracos no asfalto. 

 

OS BONS EXEMPLOS DE ENTRE RIOS

    Diversos projetos e ações foram realizados e continuam funcionando graças ao esforço voluntário da sociedade de Entre Rios. Como exemplo temos a ABSER, uma das mais antigas e atuantes instituições voluntárias de nossa comunidade, como também a Fazenda Canaã, que acolhe desde bebês até crianças e adolescentes que viviam em situações de risco. Os clubes esportivos já conseguiram grandes feitos, as associações de moradores, comunidades religiosas e tantas outras entidades que lutam pelas necessidades e anseios das comunidades locais também se empenham em prol de melhores condições de vida para a população local. A cooperativa AGRÁRIA sempre cumpriu com sua responsabilidade social e continua investindo em ações sociais e ambientais. A associação Turismo de Entre Rios Associados desde 2004 pesquisa, cria projetos e busca parcerias e recursos para desenvolver o turismo no distrito e em dezembro de 2004 alguns empreendedores também passaram a fazer da COOPTUR.

    No início de 2009 a grande maioria da sociedade de Entre Rios, população e instituições, foi contra a o projeto de instalação e funcionamento de um depósito e incinerador de lixo hospitalar dentro do perímetro da colônia. Então os moradores e empresas se uniram, juntando 3.500 assinaturas de moradores (coletadas em poucos dias), mobilizando as comunidades e escolas. Assim conseguiram impedir a instalação do incinerador, mesmo com um pedido de licença ambiental já protocolado junto ao IAP.

    Isso mostrou que a união faz a força e que é possível todos se unirem também para conseguir as melhorias que a colônia e o distrito precisam.

 

Galeria de Fotos: Página inicial

Contato

ACENDER

Pesquisar no site

                        

 

 

              

Novidades

24/12/2010 19:34

MOVER - Movimento para Emancipação de Entre Rios

Um grupo de moradores de Entre Rios assumiu o trabalho de pesquisa, estudo e contatos políticos para lutar pela emancipação de nosso distrito. O grupo é formado por cidadãos idôneos, profissionais qualificados  nas áreas de Direito, Ciências Contábeis, Administração, Economia, Engenharia,...
18/12/2010 13:16

Protesto do povo de Entre Rios para emancipação

     O distrito Entre Rios é um dos maiores e mais produtivos do Brasil, gerando muitas riquezas, empregos, desenvolvimento econômico de forma sustentável, pesquisas agropecuárias, valorizando e preservando suas culturas étnicas; e contribuindo com mais de 200 milhões de reais por...
04/12/2010 20:14

16º Batalhão da Polícia Militar

SEGURANÇA Atualmente é possível afirmar que nenhuma comunidade está livre dos riscos da violência e da criminalidade. As drogas, principalmente o "crack", conduzem muitos jovens de todas as classes sociais ao crime. O melhor remédio é sempre a prevenção através da educação. Por isso é muito...
19/11/2010 12:29

Reunião da ACENDER sobre Emancipação

 No dia 18/11/10, às 19:30 h, foi realizada uma reunião da ACENDER. Foram convidados moradores e empresários do distrito através de divulgação na rádio Entre Rios/Universitária 99.75 FM. Foram colocados o seguintes itens na pauta: Vídeo mostrando números e imagens sobre a situação da colônia;...
15/11/2010 21:50

A ACENDER busca alianças com instituições

A ACENDER, no cumprimento de um dos seus objetivos sociais, busca continuamente alianças com outras instituições de Guarapuava e de outros municípios e regiões. Através de alianças e parcerias, a sociedade civil consegue se fortalecer e lutar unida em prol dos interesses e direitos das comunidades...
12/11/2010 22:46

Criação do Conselho Popular de Guarapuava

No dia 22 de outubro de 2010, às 19:30 h, na Rua XV de Novembro, nº 840, Bairro Centro, Município de Guarapuava, Estado do Paraná, foi realizada a Assembléia de Constituição do Conselho Popular de Guarapuava, doravante denominado simplesmente CPG.   O CPG é uma sociedade civil...
10/11/2010 19:35

Denúncia na mídia

 Entre Rios sofre com o descaso da prefeitura http://www.redesuldenoticias.com.br/noticia.asp?id=31842&t=Entre+Rios+se+ressente+com+o+descaso+da+Prefeitura+
25/08/2010 12:27

Alterações no quadro social da Acender

      No dia 30 de julho de 2010 a Acender perdeu um de seus sócios-fundadores, Peter Weckl. Foi uma grande perda para a sociedade de Entre Rios, visto que além de bom chefe de família, foi um dos pioneiros da colonização dos suábios do Danúbio e também na constituição da...
17/08/2010 12:26

Estatuto Social do Conselho Popular em construção

  No dia 14 de agosto, sábado, a Comissão de Constituição do Conselho Popular de Guarapuava -CPG - se reuniu na ACIG para discutir as ações necessárias à criação do referido Conselho. Foi revisado o texto inicial do Estatuto Social e agora faltam pequenos detalhes para executar o projeto.
28/07/2010 22:16

Observatório de Gestão Pública de Londrina

Assista ao vídeo do programa Paraná TV 1ª edição,exibido às 12:00 h no dia 28/-7/2010   www.rpctv.com.br/guairaca/video.phtml?Video_ID=93304&Programa=paranatv1edicao&tipo=&categoriaNome=

© 2010 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode